Boletins

  • Cadastre-se e receba nossas novidades:
  • Notícias
  • Subsídios pedagógicos
  • Eventos
  • Associado

Notícias

SEDUC PA abre concurso público para Ensino Religioso

Quinta-feira, 23 de agosto de 2012 - 18h00min

<br>Fonte: Governo do Estado do Pará

A Secretaria de Estado de Educação do Pará (SEDUC) abriu concurso público para provimento de vagas de cargos da carreira de magistério (Edital nº 1/2012), dentre as quais, 156 vagas destinadas ao cargo efetivo de Professor de Ensino Religioso

A remuneração varia entre R$ 729,50 (20 horas) e R$1.458,11 (40 horas), acrescido de 80% de Gratificação de Escolaridade e 10% de Gratificação de Magistério.

Para se tornar professor efetivo de Ensino Religioso, é requisito ter cursado a Graduação em Licenciatura Plena em Ciências da Religião ou Ensino Religioso em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, através do endereço eletrônico http://paginas.uepa.br/concursos, entre os dias 31 de agosto a 30 de setembro de 2012.

O concurso terá validade de 02 (dois) anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

A prova do concurso exigirá conhecimentos da área de legislação educacional, do campo da didática e específicos do Ensino Religioso, tais como:

1. O ER no Brasil. 2. A formação do profissional do ER no Brasil. 3. A cientificidade das ciências da religião. 4. O conceito de cultura. 5. O conceito de religião 6. O fenômeno religioso enquanto objeto das ciências da religião. 7. As linguagens da religião (o rito, o mito, o símbolo e as doutrinas). 8. O sagrado e o profano. 9. O homo religiosus. 10. O conceito de hierofania. 11. O sincretismo religioso. 12. O numinoso. 13. Religiões e expressões religiosas do contexto amazônico. 14. Religiões de matriz cultural africana. 15. Religiões de matriz cultural européia. 16. Religiões de matriz cultural semítica. 17. Religiões de matriz cultural asiática. 18. Diversidade religiosa e cultural no Brasil. 19. Liberdade de crença e de culto e o conflito religioso no Brasil contemporâneo. 20. Religião, democracia e espaço público no mundo contemporâneo.

Acesse anexo o edital na íntegra.

Fonte: Estado Pará

Anexos

Comentários

Jhemyson comentou (27/08/2012 - 00hs04):
O Estado do Pará está contradizendo o próprio regime, segundo o parecer 063/2004 e o parecer 97/99, uma vez que afirma ser assegurada a pluralidade de orientações, os estabelecimento de ensino podem organizar cursos livres ou de extensão orientadas para o ensino religioso, cujo curriculo e orientação religiosa serão estabelecidas pelas próprias instituições(Igrejas) em nível de Seminário Maior.
Portanto o Ministério da Educação e Cultura, através do Conselho Nacional de Educação NÂO autoriza curso de Licenciatura em Ensino Religioso.
A redação da Seduc na qual define que "professor efetivo de Ensino Religioso, é requisito ter cursado a Graduação em Licenciatura Plena em Ciências da Religião ou Ensino Religioso em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação".
Como fica então o caso de alunos do mesmo estado e estados vizinhos que possuem a titularidade habilitando a lecionar o ensino religioso, segundo os pareceres acima citados e amparados por Lei Estadual 7.715. Meu interesse é: eu posso me escrever no concurso do meu estado?, E se eu passar não terá impedimento do estado uma vez que a Lei LDBEM, também menciona no art. 33. que regulamenta a matéria de forma a evidenciar qualquer interferência do Estado no conteúdo de Ensino Religioso, ou na preparação de professores para esta área.

Anderson Ferreira Costa comentou (19/10/2012 - 21hs08):
Jhemyson. as leis que citaste foram retificadas pelo conselho estadual de educação. além disso o curso de licenciatura plena em ciencias da religião está respaldado pelo artigo 62 da LDB que fala sobre a formação específica em licenciatura plena. cursos livres nao estão enquadrados nesta lei, e portanto, apenas licenciados poderão entrar no serviço público caso classificados. quanto a interferencia so estado no ensino religioso, isso só vale caso o ensino religioso seja confessional, coisa que no estado do Pará já deixa de ser. fazemos ciencias com os conteúdos de ensino religioso, nosso modelo é o das ciencias da religião e a formação é para a cidadania. se o modelo fosse catequético e a formação fosse religiosa ai sim o artigo 33 seria um impedimento tendo em vista que ele proíbe o proselitismo.
atenciosamente Anderson Ferreira Costa - Presidente da Associação dos Cientistas da Religião do Pará.
meu faceboo é Anderson Ferreira, se quiser mais esclarecimentos pode me procurar, meu e-mail é andersonferreiracosta@yahoo.com.br
abraços.

voltar
encaminhe
comente
imprima