Boletins

  • Cadastre-se e receba nossas novidades:
  • Notícias
  • Subsídios pedagógicos
  • Eventos
  • Associado

Espaço Pedagógico

'Namastê: a Estrela que habita em mim, saúda a que existe em você'

Sábado, 10 de fevereiro de 2018 - 11h30min

De origens incertas, o Carnaval se constituiu numa das heranças da antiguidade comemorada por diferentes povos como prática de agradecimento pela fertilidade do solo, pelas colheitas e louvor às divindades. 

No desenvolver das sociedades, o carnaval foi adquirindo diferentes formas e manifestações.

Neste ano, no Brasil, a Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel traz em seu enredo o aspecto da diversidade cultural religiosa, apresentado pela pluralidade de crenças que integram o Brasil e a Índia, tendo por tema  ‘Namastê: a Estrela que habita em mim, saúda a que existe em você’.

Confira a letra:

Kamadhenu derrama leite em nosso terreiro
Ganesha tem licença do Cruzeiro
Desemboca o ganges cá no Rio de Janeiro
Os filhos de Gandhi hoje são brasileiros
Brahma foi quem guiou velas de Portugal
E trouxe a Índia aos Gantois da mãe querida
Padre Miguel chamou Shiva pro carnaval
E Namastê pra todo povo da avenida
Hora de se benzer, hora de ir ao mar
Do sal à doce liberdade
Há tempo ainda!
Desobedecer pra pacificar
Como um dia fez a Índia!

Theresa de Calcutá
Ó Santa Senhora, ó madre de luz
Venha para iluminar
Esse povo de Vera Cruz

Clama o meu país
À Flor de Lótus símbolo da paz
E a vitória régia da mesma raiz
Pela tolerância entre os desiguais
Nesse Holi
Eis o triunfo do bem e da fé
Nerhu, Dom Hélder, Chico Xavier
Olhem pra Índia e pro Brasil! ôô

Bendita seja a Santíssima Trindade!
Em Nova Délhi ou no céu tupiniquim
Ronca na pele do tambor da eternidade
O amor da Mocidade sem início, meio e fim!

 

Fonte: Mundo Estranho e Carnavalesco

voltar
encaminhe
comente
imprima