A formação para docência no ensino religioso no território catarinense

Este artigo tem por objetivo refletir a respeitos dos pressupostos formativos da construção do Curso de licenciatura em Ciências da Religião da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó, cuja perspectiva se construiu a partir de um conjunto de componentes curriculares e de práticas de ensino fundamentadas no reconhecimento das diferentes culturas e crenças que se apresentam como possibilidades para convivências alteritárias na diversidade. Em consonância com estes pressupostos formativos, realizou-se entrevistas com os egressos do curso de graduação em Ciências da Religião da Unochapecó, com intenção de identificar aspectos epistemológicos de uma formação para docência dos professores da disciplina de ensino religioso. Para tanto, as entrevistas foram feitas a partir de questões semiestruturadas, a entrevista, enquanto método de pesquisa, requer rigor, tempo, esforço, empatia, engajamento mútuo e clima adequado. Por isso, optamos pela escolha de apenas dez entrevistados(as). Os resultados indicaram que os territórios formativos do curso de Ciências da Religião contribuíram para o desenvolvimento de (des)(re)territorializações de concepções e práticas pedagógicas. Concluímos que a formação gerou territorialidades docentes comprometidas com o Ensino Religioso não confessional e favoráveis ao reconhecimento da diversidade religiosa nas instituições de Educação Básica.

Autores: Anderson Luiz Tedesco / Elcio Cecchetti / Josiane Crusaro Simoni
Palavras-chave: Ciências da Religião / Educação básica / Ensino religioso / Formação Docente
Editora: Interfaces da Educação
Ano de edição: 2021