Andamos num mundo onde tudo passa rápido demais, e o ano letivo se finda com o dever comprimido, e a missão deve ser avaliada. O desgaste dos profissionais da educação, e também nos alunos se tornam visíveis, mas também a certeza de que uma batalha foi vencida, dá forças para continuar acreditando na ação educacional.  Contudo, manifestemos nossa alegria, não pelo fato de estarmos entrando de férias, mas pelo caminho trilhado durante o ano.

O natal vem para celebrarmos com nossas famílias, e confraternizarmos juntos de colegas e amigos, entretanto, também é o momento de muita reflexão: de que forma foi minha prática e minhas atitudes na escola e fora de seus muros? Para professores: foi dado abertura ao diálogo, chances de crescerem como pessoal e nos estudos? Já os alunos, fica a ideia: Tenho me esforçado com dedicação? O que tenho feito para melhorar a relação com os educadores?

A festa natalina, mais que uma verdadeira festa, vem a ser o motivo de pensar no próximo ano, no intuito de não repetir os mesmos erros. Nunca somos melhores do que ninguém, e não somos, em hipótese alguma, máquinas, e sim, humanos. Humanos de coração feito de carne e sentimentos, buscando sempre se superar.  Educacionalmente, precisa mudar? Provavelmente sim! Em vários aspectos, mas não se pode esquecer quem escolhemos ser, independente de como a educação no país se encontra.

Vivamos hoje com sinceridade, recordemos o passado, e veremos o futuro como construção. Que possamos ter nossas almas ricas neste fim de ano, de valores aprendendo cada vez mais sobre nossa história e o que ela representa na educação brasileira. Muitos educandos passam por nossas mãos e, se tornam vitoriosos. Isso é o sentido de todas as coisas. Sejamos luz na escuridão para os que dependem de nós para enxergarem seu próprio universo.

Feliz Natal e um próspero ano novo! 

Professor Ricardo Oliveira é Cientista da Religião, Especialista em Gestão e Docência em Educação Integral, poeta, colunista, professor de Ensino Religioso do Estado de Santa Catarina, Fundador do Portal Educação Em Sintonia.  E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *