ESTIMAÇÃO

A estima é um dos mais importantes valores para a construção de bons relacionamentos. Estima e consideração são decisões que cada um e todxs nós podemos modelar para o nosso crescimento e o dos outros. A pandemia mostrou ainda mais claramente que entre estes outros estão, para muitos, os animais de estimação.

SOLIDÃO?

É comum escutar o argumento de que há uma espécie de onda pet de pessoas que não desejam filhos, mas bichinhos. Também é comum o argumento de que o animal de estimação ajuda a combater a solidão. Tais fatores realmente existem, mas não são capazes de abarcar o tema todo.

ENCONTRO DE CRIATURAS

A relação do “dono” com o seu animal também representa uma busca de sentido e compõe com o indispensável eufemismo para enfrentar as vicissitudes do mundo e da história. A chamada domesticação de animais é um dos fenômenos antropológicos mais enraizados na trajetória do homo sapiens. É amplamente sabido, por exemplo, a história quase imemorial da nossa relação com cães e lobos. Os primeiros, vieram para o convívio humano.

PRECONCEITO

Ridicularizar ou diminuir a importância da estima por animais é um preconceito tolo e doloroso para quem é objeto dele. Há muitas espiritualidades e ressignificações individuais nas vivências de foro íntimo. A projeção da nossa psique pode dar-se sobre objetos devocionais convencionais, mas também pode “optar” por outras criaturas, como os animais, e até por outros objetos.

O GESTO ANIMAL

O grande desafio aqui é o mistério que se esconde por trás dos olhares e de outros gestos de afeto e de reconhecimento vindos dos próprios animais. Quem tem ou teve seu animalzinho logo recordará esta imagem profunda. O animal de estimação pode compor – e geralmente compõe! – em alguma dimensão a espiritualidade do seu “dono”. Porém, até hoje não sabemos o que o animal “pensa” desta relação tão simbólica… Sabemos que ele sente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *