RECEBER BEM

Para receber em casa alguém que você ainda não conhece, você certamente vai preparar-se com educação e expectativa. Na nossa casa Brasil, diferentemente das nossas residências, recebemos através da cidadania, que é a forma coletiva de ser educado. Dito isto, pense nas religiões diversas que temos recebido no país. Elas são os novos moradores em nossa casa comum.

MAOMÉ

Quando Maomé recebeu do próprio Deus a inspiração para o sagrado Corão, ele talvez não imaginasse a dimensão da obra que estava iniciando. De uma vida difícil e conturbada, o grande avatar do Islamismo foi se transformando até tornar-se o líder espiritual de uma das maiores religiões da história humana. O islamismo tem várias correntes e algumas delas já estão no Brasil há bastante tempo.

BRASILEIROS

Os e as muçulmanxs que você eventualmente encontra ou já encontrou no cotidiano brasileiro, provavelmente são tão brasileiros quanto você. São convertidos pela Palavra: “só Alá é Deus e Mohammed é o seu Profeta”. Temos, porém, um problema de relacionamento com e das comunidades muçulmanas do Brasil. A mídia, notóriamente pautada pela mídia norte-americana, permanece focada em relacionar islamismo com terrorismo. Isso, além de não ser uma verdade geral, provoca intolerância religiosa no cotidiano.

INTOLERÂNCIA

As experiências que os brasileiros muçulmanos de hoje estão tendo nos espaços públicos, onde o repúdio a eles eventualmente é expresso já com alguma intensidade, pode gerar uma cisão religiosa no Brasil para o futuro. No último censo, o islamismo foi a única religião que cresceu 100% em uma década no Brasil! Alguns atos de intolerância também ocorreram em espaços vitais, como aeroportos e restaurantes. Precisamos encontrar o caminho da serenidade neste assunto antes que ele deixe de estar disponível para nós.

DIREITO DE SER

Nas instituições públicas e nas empresas, o Brasil carece de normatização focada para determinar o respeito específico aos diversos pertencimentos religiosos. Neste caso, por exemplo, está em pauta também o direito dos muçulmanos portarem os seus trajes sagrados em qualquer ambiente. O Brasil é uma República laica onde não se deve e nem se pode proibir a expressão em vestuário de pertencimentos a crenças e religiões. Esta discussão precisa prosperar norteada pelos Direitos Humanos e pela Diversidade Religiosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *