31 de Maio às 17h

As relações entre religião e educação pública suscitam um debate importante para o futuro da nossa democracia. A separação entre Estado e religião é assegurada pela Constituição. O ensino religioso na rede pública foi, no entanto, autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sob o argumento de que, sendo a matrícula facultativa, não haveria negação da laicidade do Estado.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino fundamental prevê o ensino religioso estabelece orientações para que respeite a pluralidade de crenças (incluído o direito de não crer) e não seja proselitista. O ensino religioso na rede pública coloca um risco à laicidade do Estado? Representa uma ameaça à diversidade cultural e religiosa? Ou uma oportunidade para enriquecê-la e cultivar os valores do respeito ao outro, suas crenças e valores?

INSCRIÇÕES:

https://rd.fundacaofhc.org.br/lancamento-livro?utm_campaign=religiao_democracia_e_educacao_no_brasil_d1&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.